Arquivo

Archive for maio \26\UTC 2013

Verificando se o Linux é 32 ou 64 Bits!

26 de maio de 2013 2 comentários

Atualmente é extremamente importante sabermos se o sistema que estamos trabalhando é 32 ou 64 bits. Mas vejo que muita gente não consegue consultar esta informação em um Sistema já instalado.

É bem simples, basta consultar a versão de alguns binários do sistema. Eu particularmente gosto de consultar a versão do bash, pois ele dificilmente estará errado. Um bash sempre está pronto para receber comandos conforme o sistema exige e repassa estes comandos em forma traduzidos, claro, para o kernel.

Basta consultar o bash com o comando file, como no exemplo abaixo:

file /bin/bash | cut -d':' -f2 | cut -d',' -f1

A saída irá mostrar qual é o tipo de seu sistema operacional conforme a imagem abaixo.

File_Bash

File Bash

Lembrando que o comando file no Linux exibe informações sobre o arquivo.

Anúncios
Categorias:Linux Tags:, , ,

VIM Colorido!!!

26 de maio de 2013 Deixe um comentário

Deixando o VIM colorido e com semânticas para regras de programação!

VIM

VIM

O Vim (Vi Improved) é uma versão mais poderosa que o seu antecessor, o editor de texto vi. Essa versão é mantida como software livre, com algumas cláusulas de Careware inclusas e acompanha a maioria das distribuições Linux. Na verdade eu diria que este é um exemplo clássico de fork.

Não tem como pensarmos em poder de manipulação de string usando um simples bloco de notas ou um notepad qualquer. Muitos usam o Joe, Pico, Nano, Mc e etc… Já testei mas não consigo me adaptar… Elez não tem o mínimo de funções que o VI.

Por esta razão, sempre que pego um servidor Linux para efetuar alguma alteração eu primeiramente altero o VIM (Quando tem o mesmo instalado, caso não o tenha eu faço a instalação.) para que o mesmo fique operacional para mim com alguns add-ons, como por exemplo ele colorido, respeitando regras de programação através de reconhecimento inteligente de indentações e recursos de scripts e linguagens de programação.

Bom, para ativarmos este recurso, precisamos copiar um modelo que já vem embutido no VIM, mas que fica em modo example. Precisamos apenas setar o mesmo para produção.

Fazendo backup das configurações atuais:

cp -ar ~/.vimrc ~/.vimrc_ori

Agora vamos ver qual a versão está instalada de nosso VIM:

dpkg -l | grep vim

ele irá exibir algo como a imagem abaixo:

Versao VIM

Versao VIM

Na imagem é possível identificar que o VIM está na versão 2.7.3.429. Importante notar os 3 primeiros números, pois o primeiro número indica a versão do VIM e os dois seguintes identificam a família desta versão. O 429 indica patches.

Quando o VIM é instalado ele cria um diretorio no /usr/share/, e conforme vamos o atualizando, ele vai criando um subdiretório para cada família. No meu caso a família é a 73, então será de lá que irei copiar o arquivo de exemplo para um arquivo de produção.

Então copie o arquivo vimrc_example.vim que geralmente está em /usr/share/vim/vimFAMILIA/ para o diretório do seu profile com o nome .vimrc.

cp -ar /usr/share/vim/vim73/vimrc_example.vim ~/.vimrc

Após isto, seu vim estará um pouco mais elegante para sua manipulação!

Você terá que substituir a numeração 73 pela família da versão do seu VIM.

Agora você tem um VIM bem mais organizado e com semânticas.

Categorias:Linux, Shell Tags:, , ,

Matar Sessão em Roteadores Cisco

24 de maio de 2013 Deixe um comentário

Boas,

Não raro executamos comandos que irão demorar muito em roteadores ou switchs L3 com IOS Cisco, fazendo com que tenhamos um atraso em tempo ou mesmo um gargalo de memória ou processamento. Após executar o comando e perceber que não seria necessário executar o mesmo. Seria de bom tom cancelar o comando executado.

Pode-se dar um kill em uma sessão através dos comandos abaixo:

Beijer-03#sh users
Line User Host(s) Idle Location
* 0 con 0 beijer idle 00:00:00
184 vty 0 jacques idle 00:08:14 10.0.0.1

Interface User Mode Idle Peer Address

Beijer-03#
Beijer-03#clear line vty 0
[confirm]
[OK]
Beijer-03#

Pronto!!!

Categorias:Cisco Tags:,